PSDB aposta na força da militância para a vitória de Geraldo Alckmin

A participação ativa da militância sempre foi uma característica do PSDB. As vozes das bases e as opiniões dos filiados nos diversos assuntos, partidários ou não, contribuíram para os avanços alcançados pelo partido durante a trajetória política tucana.

Ao longo dos seus 30 anos de história, a participação ativa da militância sempre foi uma característica do PSDB. As vozes das bases e as opiniões dos filiados nos diversos assuntos, partidários ou não, contribuíram para os avanços alcançados pelo partido durante a trajetória política tucana. Sabendo da importância dessas pessoas, o PSDB já capacitou cerca de 2.500 militantes em sete estados brasileiros para as Eleições 2018. A meta é chegar a 10 mil até o final de setembro.

Sob o comando dos especialistas em marketing político digital Marcelo Vitorino e Fabrício Moser, a ideia é preparar a militância para defender a legenda no período da campanha. Os diretórios estaduais do Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, São Paulo, Sergipe, Piauí, Pará e Minas Gerais já receberam o treinamento, que tem como principal objetivo ensinar os militantes a organizar grupos para combater boatos usando a Internet como ferramenta. O próximo encontro está marcado para quinta-feira (30), em Curitiba (PR).

A primeira parte do curso consiste na explicação de como funciona a narrativa político eleitoral na Internet. Segundo Moser, são explicados os conceitos sobre sensibilização, motivação e a mobilização dentro de uma campanha eleitoral, além de esclarecimentos sobre a legislação vigente a respeito da comunicação na web.

Em um segundo momento, são apresentados os canais disponibilizados pelo PSDB para a participação da militância como, por exemplo, o site criado para receber denúncias de fake news: o psdb.org.br/denuncie e a plataforma por onde as pessoas podem efetuar o cadastro para participar da campanha, seja em eventos de rua, movimentos digitais e até mesmo para fazer doações à campanha do candidato tucano à Presidência da República, Geraldo Alckmin: euapoio.geraldoalckmin.com.br.

Ambiente off-line

Os encontros presenciais e as estratégias de comportamento nos ambientes off-line também são ensinados pelos especialistas para os militantes. Entre as técnicas apresentadas estão a utilização do whatsapp para organizar eventos e encontros partidários, como se posicionar presencialmente em uma mobilização e como criar listas de transmissão para otimizar a comunicação.

Militante

Filiado desde 2014, o secretário de comunicação da Juventude Tucana do Rio de Janeiro, Daniel Araújo, elogiou o treinamento recebido e afirmou que tem colocado em prática o aprendizado sobre marketing político digital.

“Tudo o que eles ensinaram, desde o modo de persuadir, falar, engajar e abordar, tenho empregado na prática, tanto na página da Juventude como no compartilhamento e no engajamento do conteúdo de apoio ao nosso candidato à Presidência da República, Geraldo Alckmin”, disse.

Para o tucano, o alinhamento da campanha nacional e das estaduais é fundamental para um bom resultado da militância.

“Não há eleição sem a participação dos militantes. Temos que estar sempre alertas e atuando no combate as notícias falsas e na defesa dos nossos candidatos. O treinamento foi um divisor de águas na utilização da página e na forma de engajar. Percebi um alcance muito maior nas nossas atividades digitais do que antigamente. É fundamental o treinamento para a otimização do trabalho dos filiados tucanos”, concluiu.

Reportagem: Tainã Gomes de Matos – PSDB

Compartilhar

Desenvolvido por