Lêda Borges, um exemplo de mulher

Atuante, decidida e determinada, a deputada encerra o primeiro semestre na Assembleia Legislativa com um aglomerado de conquistas para a sociedade

Membro titular em três comissões temáticas da Casa – Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CJJ), Comissão de Direitos Humanos, Cidadania e Legislação Participativa e Comissão da Criança e do Adolescente, Lêda Borges não para. Mesmo tendo passado por uma cirurgia que a deixou internada por vários dias, ela conseguiu mostrar trabalho e levar Goiás para o rumo do desenvolvimento.

Uma das deputadas mais atuantes que já passaram pela Casa de Leis, Lêda Borges apresentou 38 projetos de lei e 8 requerimentos, todos voltados ao benefício da população. Ela tem defendido a população mais vulnerável e olhado com carinho para suas maiores necessidades e com coragem tem enfrentado essa jornada em defesa do povo.

A deputada não deixa de defender sua classe e tem levado a causa das mulheres muito a sério. Suas propostas trazem as principais bandeiras femininas e a defesa da mulher está em primeiro lugar. A deputada levantou a bandeira da luta contra a misoginia e defende igualdade salarial entre homens e mulheres na mesma função. Propôs punição para publicidades que estimulem a violência contra a mulher e tem cobrado do Estado o funcionamento constante das Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher (DEAM’s).

Entre os projetos apresentados que receberam destaque na mídia estão a destinação de 10% das multas de trânsito para as Santas Casas de Misericórdia; instituição de serviço coletivo de táxi-lotação; política de conscientização de combate ao bullying nas escolas da rede pública estadual e criação da Frente Parlamentar em Defesa da Pessoa Idosa.

A deputada eleita pelo Entorno tem reafirmado seu compromisso com todo o Estado de Goiás, visitando várias cidades sem negligenciar os locais que ficam mais afastados. “O interior de Goiás precisa de atenção. Essas regiões têm menos representantes e carecem de estrutura e desenvolvimento. Nós vamos levar essas demandas à Assembleia e assegurar os direitos do cidadão”, disse.

(Reprodução de reportagem veiculada no Jornal Opinião do Entorno)

Compartilhar

Desenvolvido por