Gustavo Sebba: falar mal da Juceg é desrespeitar nossos servidores e negar os fatos

15/07/2020

 

O deputado estadual Gustavo Sebba (PSDB) saiu em defesa da Junta Comercial de Goiás (Juceg). A gestão do órgão nos governos do PSDB é alvo de campanha negativa por parte de integrantes do governo Caiado. “Além de desrespeitar nossos valorosos servidores, falar mal da Juceg, por si só, é um absurdo sem tamanho”, defendeu o tucano, em declaração à imprensa, nesta quarta-feira (15/7).

 

Gustavo Sebba lembra que nos governos de Marconi e José Eliton, a Juceg realizou “investimentos pesados” em inovação tecnológica. “A digitalização de toda documentação que estava sob a guarda do Juceg permitiu que absolutamente todas as consultas dos processos fossem realizadas por meio digital”, pontua Sebba ao lembrar que a junta goiana foi uma das pioneiras em promover, por meio da internet, a abertura, alteração e encerramento de empresas.

 

O parlamentar cita a criação do Portal do Empreendedor Goiano, que alçou a Juceg ao posto de uma das mais eficientes e rápidas juntas do Brasil, em relação aos chamados “serviços de registro”. “Não por acaso, alcançamos níveis altíssimos, próximos a 100%, de satisfação dos empresários e profissionais da Contabilidade, que acessam o órgão”, ressalta. “Fomos reconhecidos em nível nacional”, frisou o tucano ao lembrar que Goiás chegou à presidência da Federação Nacional das Juntas Comerciais. “Nosso Vapt Vupt Empresarial é modelo para vários estados, que nos visitaram inúmeras vezes para ver como era o funcionamento aqui de um local único para servir integralmente os empreendedores goianos”, destaca.

 

Pandemia – Para Gustavo Sebba, se atualmente os usuários frequentes do órgão não precisam ficar expostos a eventuais aglomerações e, por conseguinte, a uma possível contaminação pelo novo coronavírus, é porque a Juceg tornou-se 100% digital nos governos do PSDB. “Com a palavra, nossos contadores e empresários que utilizam os serviços da Juceg. Eles podem atestar o quanto a eficiência e a rapidez com a qual são atendidos colocam por terra argumentos falaciosos deste desgoverno que tem gasto mais energia em tentar desconstruir o legado do PSDB do que na investigação das mazelas e dos focos de corrupção que têm tomado conta da administração de Caiado”, finalizou.

 

 

 

Compartilhar

Desenvolvido por